• Os Antípodas

Estradas, no Peru

Atualizado: Abr 15


Conhecendo o Peru

O trajeto que fizemos no Peru foi de Yunguyo (perto de Copacabana, na Bolívia, na beira do lago Titicaca) a Tumbes, de carro, passando por Cusco e região (chamada Valle sagrado de los Incas) Lima, Cieneguilla, Santa Eulalia, Virú, Pacasmayo, Lambayeque e Los Órganos.

As condições das estradas por onde passamos são boas, e sempre houve pista simples, com exceção da Via Panamericana, que é duplicada em muitos trechos. Quanto à sinalização, a Panamericana é bem sinalizada, mas não as outras; quando a rodovia passa por dentro de cidades, normalmente tampouco há sinalização. Na dúvida, o melhor é perguntar as direções para os moradores locais.

Passamos por pedágios somente na via Panamericana, alguns bastante caros, chegando ao equivalente a RS12,00 a cada cem quilômetros percorridos.

Assim como na Bolívia, o território peruano é bastante diverso: há a costa oeste desértica, há as montanhas andinas no centro e a densa floresta amazônica a leste, com altitudes que vão do nível do mar até mais de cinco mil metros. Nosso trajeto se iniciou pelo altiplano andino, montanhas, e seguiu pela costa, variando dos quatro mil metros até o nível do mar, onde a AlMa, nossa Citroen C15 2006, motor 1.9 a diesel, voltou a sentir-se em casa, dando partida sem trabalho pelas manhãs.

Curiosidade: em nosso trajeto pelos Andes, passamos várias vezes por falhas geológicas nas estradas, pontos em que por mais que sejam feitas obras de manutenção, sempre se estão movendo, resultando em ondulações e buracos na pista.

O combustível aqui é vendido por galones, sendo que cada galón equivale a quatro litros.

Para calibrar os pneus há mangueiras de ar, mas não medidores de pressão. Normalmente os motoristas peruanos têm um medidor de pressão particular.

É obrigatório andar na estrada com as luzes acesas.

É obrigatório ter um seguro para o veículo, chamado SOAT. Busque uma agência da seguradora chamada La Positiva para fazê-lo, e deixe claro o tempo que deseja de validade, pois tivemos que fazer dois seguros pois o primeiro foi feito somente para um mês de estadia.

Para saber sobre os preços, veja o post “Moeda e Gastos”, e para saber sobre a polícia rodoviária e a polícia de trânsito, veja o post “Segurança”.

#estradas #Peru #conhecendoopaís #OsAntípodas #ProjetoCiclos

9 visualizações

2015 - 2020 por Os Antipodas. Copyleft