• Alan Mortean

Cultura, vinhos e bicicleta no Chile

Atualizado: Abr 8


Conhecendo o Chile

A uma hora e meia ao sul de Santiago, a capital do Chile, está localizada uma região com um bom potencial turístico, mas pouco conhecida: a região da Laguna Taguatagua e do Valle de Almahue.

A Laguna Taguatagua, que até os anos 1840 era um lago natural com mais de 100km2, com grande área coberta com ilhas flutuantes, e que foi o lugar escolhido para construir a fortaleza inca mais austral (ao sul) do império, foi palco de um grande desastre ecológico provocado por uma desastrada tentativa de construir um canal de drenagem para ela, com o objetivo de controlar suas inundações nos períodos de chuva; o canal de drenagem não suportou a pressão da água, colapsou e a lagoa acabou “vazando”, secando lentamente. Hoje toda a área está seca e é ocupada por plantações.

O lugar é especial pois já foi um mar há cerca de 12 milhões de anos (e suas rochas guardam fósseis de conchas dessa época), e é habitado a pelo menos 8 mil anos por seres humanos, o que pode ser constatado visitando o “cemitério indígena” e o museu regional.

O Valle de Almahue é onde se encontram as Casas Viejas, que, na verdade, são uma Casa Grande de um ex-latifúndio espanhol que remonta ao século XVII. Ela foi restaurada sucessivas vezes após danos causados por terremotos ao longo dos anos, está em ótimo estado e é uma espécie de museu de época. É privada, portanto é necessária uma autorização dos donos para visitá-la. No vale se produzem vinhos exclusivos, da cepa (tipo de uva) Carménère, quase uma exclusividade chilena. Aí é possível percorrer vinhas, visitar bodegas, ver como se produzem os vinhos, degustá-los e comprá-los.

Outra atração local são os artesãos: um forjador de ferro, uma artesã que trabalha com palha de milho, um ceramista e um construtor de “ruedas azudas”, um engenhoso sistema de bombeamento de água sem o uso de eletricidade exclusivo da localidade, que remonta aos jesuítas, e que até hoje funciona na região.

Todas essas atrações são possíveis de conhecer na Laguna Taguatagua e no Valle de Almahue, e o melhor, em bicicleta!! Lá, uma microempresa está começando suas atividades, a Winkultrips, que está trabalhando para trazer turistas para a região, para conhecê-la pedalando. O preço dos tours varia de 90 a 120 dólares, um preço que turistas tradicionais (normalmente não os cicloturistas) estão dispostos a pagar. Os tours são todos guiados por profissionais locais, incluem as bicicletas, seguro médico, e almoço no campo, num hotel boutique, com direito a música clássica ao fundo.

Winkultrips: http://www.winkultrips.cl

#OsAntípodas #ProjetoCiclos #Chile #conhecendoopaís #cicloturismo #vinhedo #culturaetradições

11 visualizações

2015 - 2020 por Os Antipodas. Copyleft