• Alan e Marcela Mortean

A alimentação, no Uruguai

Atualizado: Abr 7


- Conhecendo o Uruguai

A alimentação uruguaia é formada por três itens básicos: a farinha de trigo refinada (a branca), a carne bovina e o mate.

Aqui come-se pão em todas as refeições, carne em pelo menos duas, e mate (o chimarrão tomado pelos gaúchos) durante todo o dia, que é a maneira da população ingerir água, ao menos no inverno.

Há vários tipos de pão: um parecido com o pão francês e outro com o pão de leite do Brasil, outros que se chamam “galleta”, que possuem uma casca e são bastante suaves por dentro, e há também os pães doces. Cada tipo de pão tem um formato específico: mais fino, mais grosso, redondo, quadrado, grande ou pequeno. A farinha de trigo refinada também é a base para outros alimentos das “panaderías”, e também da pizza, encontrada em todo o país.

Em relação ao consumo de carne bovina, o Uruguai é o país com o maior consumo anual por habitante em todo o mundo; são 58,6Kg de carne bovina por pessoa por ano, fora os outros 40Kg de outras carnes, segundo o Instituto Nacional de Carnes do Uruguay (INAC); como comparação, o consumo médio no Brasil é de 37,4Kg de carne bovina por pessoa por ano, segundo o Ministério da Agricultura. Para manter esse consumo (e também para exportar), grandes áreas rurais do Uruguai são ocupadas por pastos. Há três vezes mais bois e vacas do que habitantes no país. Na verdade o que vimos nas estradas por onde passamos, margeando o rio Uruguai foi 80% da área rural ocupada por pastos, e os outros 20% por pinus e eucaliptos.

Ao vermos sempre a mesma paisagem podemos ser levados a pensar que ela sempre foi assim, mas isso não é verdade. Gado e eucaliptos não são nativos da América, nem o trigo e a soja. Como era a paisagem da região há 500 anos, há 1000 anos? O que comiam seus habitantes? Ao impormos nossa cultura pela força, perdemos a chance de aprendermos com os diferentes de nós e, portanto, de nos desenvolvermos.

#Uruguai #OsAntípodas #ProjetoCiclos #conhecendoopaís #alimentação #dicas

9 visualizações

2015 - 2020 por Os Antipodas. Copyleft